Past Meetup

Women Techmakers São Paulo #04 - Data Science: O Y da questão

This Meetup is past

99 people went

Details

Data Science é assunto recorrente em recentes notícias sobre os mais variados mercados. É uma das profissões mais em alta atualmente e ainda muito pouco explorada pelos pequenos empresários (enquanto os grandes desprendem quantidades monstruosas de capital para alimentar esses profissionais). Mas o que efetivamente a ciência de dados trata? Você sabe o que é Open-Data e como usá-la? E análise de dados? Você já trabalhou ou ouviu falar de Big-Data? Como o acesso a essa fonte pode modificar a realidade que conhecemos?

O #4 encontro do Women Techmakers de São Paulo vai falar um pouco sobre esse novo segmento e vamos conhecer mulheres que já estão tocando projetos expressivos na área.

Palestras:

1 - Dados na Web: porque é importante conectar
Interligar dados e aplicar técnicas da Web semântica em datasets abertos para torná-los encontráveis na Web pode significar um belo empurrão para quem faz uso de dados abertos. Complementar essas técnicas com muitas outras, como o Machine Learning por exemplo, pode aumentar as chances de negócios e ajudar na interoperabilidade em
tempos de IoT

- Yasodara Córdova é uma das Chairs do Grupo Internacional de Melhores práticas para Dados na Web, o dwbp. Trabalha para o escritório do W3C no Brasil, onde também faz parte dos grupos de Web Payments, e pro Centro de Estudos sobre tecnologias Web, onde lidera projetos que envolvem Deep Learning e participação democrática na Web. Formada em Desenho Industrial, já foi UX, desenvolvedora e ajudou é uma das fundadoras do Calango Hacker Clube, o Hackerspace de Brasília.
Twitter: @yaso (http://twitter.com/yaso)

2 - Dados abertos: do empreendedorismo ao ativismo hacker, como você pode fazer parte disso
Cada dia mais, os governos estão abrindo datasets e buscando formas de estimular o uso dos dados pela sociedade, por iniciativa própria ou atendendo a demandas de movimentos. São muitas as possibilidades que os dados abertos oferecem: desde aumentar o controle sobre os próprios governos, com a criação de formas mais amigáveis de apresentar as políticas e gastos públicos; até a oportunidade de uso criativo para novos negócios. No entanto, ainda há muito pela frente para aumentar a qualidade e quantidade de dados abertos, e uma comunidade atuante é essencial para que isso se torne realidade.

- Fernanda Campagnucci é jornalista, integrante da Open Data Leaders Network e coordenadora da área de transparência e abertura de dados na Prefeitura de São Paulo
Twitter:@fecampa (http://twitter.com/fecampa)

--

Inscrevam-se e convidem todo mundo!

--

Women Techmakers? O que é isso?

O Women Techmakers São Paulo é uma comunidade independente, dentro do GDG São Paulo (http://gdgsp.org/), que promove a visibilidade feminina na área de tecnologia.

Um pouquinho mais da gente? Aqui ó wtmsaopaulo.com.br (http://wtmsaopaulo.com.br/)

A iniciativa é encabeçada pelo Google e foi lançado em 2012 como um evento anual na noite anterior ao I/O pela então Vice-Presidente do Google[x] Megan Smith, o Women Techmakers é atualmente liderado pela Defensora das Mulheres na Tecnologia Natalie Villalobos e um time global de Googlers que são apaixonados por empoderarem mulheres na tecnologia.

--

Informes Gerais:

- Inscrições para esse evento apenas a partir do dia 26/04

- Clique no botão verde RSVP acima (canto superior direito dessa página) e preencha seu nome completo, seu email e seu RG (caso a inscrição não esteja completa ou não seja valida, essa será sumariamente cancelada);

- O evento não é exclusivo para mulheres porem as mesmas tem prioridade na ordem do sorteio das vagas remanescentes;

- A lista é fechada 2 dias antes para confirmação, portanto, caso seu nome não esteja no sorteio, você poderá ser chamado até 24 horas antes do evento, fique atento ao seu email.

Nos vemos lá,
Equipe #GDGSP