Cerveja com Dados RJ #08

Detalhes

A oitava edição do Cerveja com Dados Rio celebrará o Open Data Day, no dia 7 de março. A partir das 14h, o The Drunk Trunk (filial Centro) receberá cinco apresentações sobre temas relacionados a dados abertos, inovação cívica e tecnologia.

O espaço tem cadeiras para 65 pessoas. Não há inscrições prévias, a entrada será por ordem de chegada.

Confira as apresentações do encontro:

# Previsão de evasão no ensino médio com dados do Censo Escolar - Fernanda Scovino

A evasão escolar é um dos principais desafios educacionais no Brasil e tem seu auge na transição do ensino fundamental para o ensino médio. Diversos programas de combate à evasão surgiram nos últimos com foco na busca ativa dos jovens fora da escola. O estudo utilizou dados de escolas e estudantes da rede estadual do Rio de Janeiro para testar modelos de previsão da evasão escolar.

Fernanda Scovino é amante dos dados para o bem social e formada em matemática aplicada. Trabalha como analista de dados no Observatório de Tecnologia na Escola do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais (FGV/CEIPE).

*

# Áreas verdes no Rio de Janeiro - Daniel Duque e Bernardo Esteves

A presença de áreas verdes é um importante vetor de bem-estar nas cidades – e o Rio não escapa a isso. Entretanto, tal qual outros ativos sociais, a cobertura vegetal é, muitas vezes, distribuída de forma desigual no espaço. A apresentação mostrará como estas desigualdades estão relacionadas com doenças respiratórias em crianças.

Daniel Duque é mestre em economia pela UFRJ, consultor do Banco Mundial, pesquisador da FGV-Rio e PUC-Rio, além de head de inteligência técnica do CLP - Lideranças Públicas

Bernardo Esteves é graduando em economia pela UFRJ e pesquisador na área de Mercado de Trabalho.

*

# Tecnologia, Dados e Meio Ambiente na Zona Oeste - Bruno Vianna

De inclusão digital à mosca das frutas, conheça diversos trabalhos realizado através da aplicação da Estatística e da Matemática em diferentes áreas do conhecimento sobre a Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro.

Bruno Vianna é desenvolvedor na DT3sports e colaborador do Laboratório Multidisciplinar de Estatística e Matemática Aplicada da da Fundação Centro Universitário da Zona Oeste do Rio de Janeiro (UEZO).

# Dados psicoemocionais e experimentos de modulação do comportamento - Anna Bentes

Há um interesse cada vez maior do mercado digital pela tonalidade psíquica e emocional dos dados pessoais, ou seja, pela capacidade de extrair deles conhecimento sobre nossos estados emocionais e personalidades. A apresentação discutirá a relação entre o uso destes dados psicoemocionais e experimentos de modulação do comportamento nos ambientes digitais.

Anna Bentes é pesquisadora do Medialab.UFRJ, membro da rede LAVITS e doutoranda em Comunicação e Cultura na UFRJ.

*

# Complexidade Econômica - Marcus Vinícius

Esta visão associa o desenvolvimento econômico de um país ao conteúdo tecnológico dos produtos que compõem a sua pauta exportadora. O paradigma ortodoxo tradicional dá ênfase às instituições, direitos de propriedade e sinalização de informações por meio dos mercados. Já a complexidade econômica vem trazer uma visão alternativa a esta perspectiva.

Marcus Vinícius estuda desigualdade desde 2012. Ex-monitor de Física do Curso/Colégio pH. Bacharel em Ciências Econômicas pela UERJ. É embaixador de inovação cívica na Open Knowledge Brasil.

# Business Intelligence no sistema de bicicletas compartilhadas - Ana Carolina

O objetivo deste trabalho é fazer uma análise a partir dos dados do sistema de bicicletas compartilhadas de Brasília para analisar o comportamento de viagens, mostrar interações entre padrão de viagens e uso do solo e, por fim, identificar áreas prioritárias para monitoramento e otimização do sistema.

Professora do Mestrado Profissional da Universidade Santa Úrsula - USU e parte do 'BI MASTER - Business Intelligence Master - Sistemas Inteligentes de Apoio à Decisão em Negócios', da PUC-RIO.